Morre em Jaú jovem que havia retirado mais de 20 tumores e lutava contra síndrome rara



O velório é realizado no Luto Paulista e o enterro será às 16 horas desta terça-feira (30), no cemitério municipal Ana Rosa de Paula.

Desde 2015, o G1 acompanhava a história da Mayara Gromboni, que devido à síndrome de Le Fraumeni teve que retirar 27 tumores. Na época ela já havia retirado 23 tumores e fazia um tratamento para tentar eliminar outros quatro que apareceram em um dos braços.

A estudante de 21 anos que lutava desde os 7 anos contra uma síndrome rara que faz com que tumores se espalhem pelo corpo morreu no começo da noite desta segunda-feira (29) em Jaú (SP) em decorrência de complicações da doença

Ela fez até uma campanha nas redes sociais para conseguir o tratamento, no entanto, a quimioterapia localizada não surtiu o efeito esperado e ela teve que amputar parte do braço em junho de 2016.

Desde março deste ano a jovem fazia uma campanha em busca de doadores de sangue para controlar a taxa de hemoglobina no sangue.

Luta da família

A luta constante pela vida de Mayara começou aos sete anos de idade. Durante todo o tratamento, ela retirou 27 tumores. Aos 19 anos fez quimioterapia localizada, mas não surtiu o efeito esperado e ela teve que amputar parte do braço.

Apesar da doença, ela estava sempre sorrindo. Em uma entrevista ao G1, Mayara deixou uma mensagem de esperança e da forma como via o mundo.

“O sorriso move mundos. E eu sou apaixonada por sorrisos, então dificilmente você vai me ver sem estar sorrindo”, afirmou Mayara.

Fonte: G1 - Via: ComCafé

Comentários

CASAMENTO DE SUCESSO

Reconquista Perfeita

Reconquista Perfeita
Este GUIA pode ajudar à RECONQUISTAR o EX de uma mulher.

Frases da Conquista

Postagens mais visitadas deste blog

Quando a gente sabe que ama alguém? - Padre Fábio de Melo

Os 12 Sinais de que um Homem está Apaixonado

Os casais felizes não são ricos financeiramente. Eles são felizes exatamente com aquilo que têm

Pais violentos deixam danos por toda a vida