Para todos aqueles que amam demais.



A gente tem mania de superestimar o amor e tratar como uma coisa que se pede, se dá, se quebra, como se mudasse tudo ou tivesse prazo de validade, limite de estoque. Não vejo dessa forma. É só um sentimento que a gente cria como qualquer outro. A diferença, pra mim, é que me faz muito bem senti-lo, eu faço questão. Ponho amor em tudo que faço, prefiro pecar por excesso do que por omissão. Já me dediquei a algumas pessoas que nunca souberam me amar como eu achava merecer, e outras, me amaram demais por muito menos. Aprendi a dar o meu melhor pra ter a consciência tranquila; se não fosse o suficiente pra fazer alguém ficar, que fosse o bastante pra valorizar quem me escolheu. Só sinto saudade das pessoas que perdi porque a vida as tirou de mim. Por aquelas que decidiram sair por vontade própria, sinto alívio.


Já ouvi coisas bem legais, já ouvi exatamente o que queria e por um momento pensei “Que sorte a minha!”, meu conto de fadas se realizava bem ali, na minha frente. Mas em contrapartida, eu ouvia instabilidade e incerteza, eu ouvia dúvidas. Eu ouvia alguém igualmente inseguro tentando demonstrar força. A questão é justamente essa: a gente não pode exigir respostas, pedir por propriedade, cobrar consideração. Algumas pessoas vão nos dar mais do que precisamos e, algumas outras, sequer vão conseguir enxergar o nosso valor. Tem mais a ver com o quanto ela está disposta a fazer por nós, o quanto se interessa, do que com o que nós fazemos em troca. Amor sem reciprocidade não vale a pena, mas reciprocidade por obrigação, também não.

Eu sei como é se sentir assim, sério. Diversas vezes, incitei discussões porque eu estava insegura (às vezes, sem nenhuma forte razão por trás) e precisa ouvir algo, alguma coisa que me desse esperança, só pra ficar em paz comigo mesma. Só para estender a insistência e justificar sua ausência com uma pontada de orgulho. Quando a história desenrolava para lado que eu queria era ótimo, mas quando não, eu só percebia depois o quanto havia sido desnecessária e que aquela discussão desgastava a relação e também a vontade que a pessoa tinha em estar sempre se retratando ou provando algo a mim. No fim das contas, em todas as situações, eu sempre escolhia acreditar.

Então, pode ser que você nunca ouça aquele roteiro de filme que te faça sentir que é, enfim, o grande amor da sua vida, mas veja sinais ou perceba de uma forma mais discreta o que alguém sente por ti. Ou simplesmente saiba que sinta algo por ti, ainda que não demonstre como você gostaria, e isso basta. Já experimentei tantos tipos que aprendi distinguir sem muito esforço quando é carinho, cuidado ou apenas vontade. É quando eu me sinto imensamente grata por alguém existir, quando desejo seu bem independentemente de estar perto ou longe de mim, é quando quero de todo coração que mal nenhum lhe atinja porque eu posso aguentar qualquer coisa, mas deus que me livre de vê-lo sofrer. Se isso não é amor, eu não sei mais o que pode ser.

Fonte: Bendita Cuca

Comentários

  1. Muito intenso esse texto. Emoções são traiçoeiras . Um emaranhado de vivências que explodem em faíscas desordenando sentimentos , enclausurando nosso olhar,impedindo os arredores de florescer com a ajuda da boa semente. Mas um amor amigo,calmo e verdadeiro ajuda muito a colocar no lugar aquilo que não conseguimos fazer sozinhos. O Amor de Deus junto com o de Cristo trouxe para nós o verdadeiro exemplo. Não se ama sozinho mesmo quando não correspondido na mesma expectativa do outro pois o que ama com mais maturidade preserva dentro de si o que há de mais raro no ser humano : Amar como Deus Ama não por causa de,mas apesar de. Quero aprender este amor.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

CASAMENTO DE SUCESSO

Reconquista Perfeita

Reconquista Perfeita
Este GUIA pode ajudar à RECONQUISTAR o EX de uma mulher.

Frases da Conquista

Postagens mais visitadas deste blog

Quando a gente sabe que ama alguém? - Padre Fábio de Melo

Os 12 Sinais de que um Homem está Apaixonado

Os casais felizes não são ricos financeiramente. Eles são felizes exatamente com aquilo que têm

Pais violentos deixam danos por toda a vida