De joelhos diante da mulher que se ama




Vivo um momento mágico na minha vida: vou me casar! Em menos de 18 meses, a promessa de Deus, de viver o céu na terra, será feita na minha vida. Meu namoro se tornará sacramento. E como toda mulher, essa é uma fase de ansiedade e preparativos, mas de uma beleza imensurável!


Sou do tipo que gosta de saber o porquê de tudo. Por que noiva usa branco? Por que tem festa? Por que tem que ser de salto? Por quê? No meio desses tantos porquês, perguntei-me: por que o pedido de noivado é feito de joelhos? Achei que não haveria uma resposta, que a explicação fosse simples, mas eis que me deparei com uma reflexão bonita e profunda, a qual me recordou do livro do Gênesis.

Fazemos genuflexão na Igreja e na frente de reis e rainhas. Por que, então, o homem faz esse mesmo gesto diante da mulher que ama? Por que mantemos essa tradição?

Descobri que a origem desse hábito é incerto, mas já se faz há séculos. Nós fazemos a genuflexão colocando um joelho no chão como sinal de respeito pelo tabernáculo onde está a Eucaristia. Os cavaleiros se ajoelham diante do rei quando vão receber alguma homenagem e quando se apresentam a ele demonstrando respeito e honra à sua realeza. Na guerra, o exército vencido se ajoelha diante do exército vencedor da batalha em sinal de rendição.

Respeito. Honra. Rendição. Submissão. Essas são as razões pelas quais o homem se ajoelha ao pedir uma mulher em casamento. Em sinal de respeito, o homem se curva em um ato de humildade diante da mulher com quem deseja passar a vida toda.

Mais ainda há outro significado. Quando está ajoelhado, o homem está na altura do ventre da mulher, onde está o santuário da vida. Ele está honrando o corpo dela e honrando a criação de Deus, que merece ser venerada. O homem está se rendendo e comprometendo-se, pelo resto de sua vida, a amar sua esposa. Ele está entregando sua “solteirice” e entrando na paternidade ao se comprometer na criação dos filhos com ela e a permanecer fiel a ela em todas as coisas.


Em breve, ficarei noiva! Cada vez que compreendendo mais o tesouro que Deus nos deixou, na relação homem e mulher, em cada pedacinho, em cada gesto. Quanto mais vou descobrindo o divino dessa relação, eu sou capaz de amar mais e melhor. No instante em que o meu namorado repetir esse gesto, mais do que a emoção de me tornar noiva dele, eu vou me recordar do sagrado que vivemos, quando, com um joelho no chão, ele faz dom de si para mim.

“Portanto deixará o homem o seu pai e a sua mãe, e apegar-se-á à sua mulher, e serão ambos uma carne.” (Gên 2,24)


(Destrave)

Comentários

Frases da Conquista

Frases da Conquista
Aprenda a Conquistar Qualquer Homem com Apenas Algumas Simples Frases!

CASAMENTO DE SUCESSO

Postagens mais visitadas deste blog

Deus só tira algo de nós se for para dar algo melhor ainda

Amor de verdade a gente conserta, não joga fora.

Diferenças entre GOSTAR, ESTAR APAIXONADO e AMAR